Universidade do Minho abre as suas portas em formato online

A Universidade do Minho vai continuar a abrir as suas portas digitalmente, nos dias 30 de junho e 1 de julho, possibilitando a estudantes do secundário, encarregados de educação, docentes e orientadores vocacionais uma interação direta com a comunidade desta academia. A iniciativa, designada “UPA Digital”, decorre sempre das 17h30 às 19h15, com um conjunto de atividades diárias em simultâneo, nos espaços virtuais da plataforma Zoom. O acesso é livre, sendo os links disponibilizados em bit.ly/uminhoportasabertas.

UPA Digital

Professores, investigadores, estudantes, alumni e técnicos da UMinho vão partilhar experiências e responder a dúvidas sobre a realidade académica e os desafios colocados ao longo de cada curso. Vai ser possível explorar planos curriculares, saídas profissionais, bem como conhecer melhor os recursos disponíveis, os laboratórios, as infraestruturas dos campi e o dia a dia nas cidades de Braga e Guimarães.

A “UPA Digital” inicia a cada dia com as boas-vindas do pró-reitor para os Assuntos Estudantis e Inovação Pedagógica, Manuel João Costa, e a mensagem inspiradora de um estudante-atleta, com Diogo Branquinho (Engenharia Têxtil, andebol) a 30 de junho e Rui Bragança (Medicina, taekwondo) a 1 de julho. Depois, basta escolher e entrar nas salas virtuais temáticas ao dispor. A primeira apresenta recursos de apoio disponíveis para os estudantes da UMinho em áreas variadas (por exemplo, desporto, transportes, ação social ou empreendedorismo) pela Associação Académica da UMinho. Na segunda pode esclarecer-se dúvidas sobre o acesso ao ensino superior ou sobre as bolsas de mérito. Já a terceira clarifica aspetos como alojamento, bolsas de estudo, alimentação, bibliotecas, apoio médico, desporto e programas de mobilidade.

“Levar a nossa casa à sua casa”

As restantes salas virtuais são dedicadas a cada Escola ou Instituto da UMinho: Arquitetura, Ciências, Ciências Sociais, Direito, Economia e Gestão, Educação, Enfermagem, Engenharia, Letras e Ciências Humanas, Medicina e Psicologia. Está garantida a interação com diretores de curso, cientistas premiados, núcleos de estudantes e até personalidades, como a eurodeputada Isabel Estrada Carvalhais e o coordenador nacional da EuroDesk, Joaquim Freitas. Há ainda testemunhos de ex-alunos que estão agora no Ministério Público, na multinacional KPMG ou a liderar uma equipa científica na Holanda. E também joga-se o trivial das ciências sociais, percorre-se a multidisciplinariedade das engenharias e das artes ou aprofunda-se o trabalho em saúde, que junta enfermagem, medicina, psicologia e educação, entre outras sugestões.

“Esta é uma outra forma para descobrir o que é viver e estar na Universidade do Minho”, define o pró-reitor Manuel João Costa. “Estão desde já todos convidados, em particular os estudantes do secundário. São quatro dias em que levamos a nossa casa à sua casa – podem conhecer cada área sob as mais diversas perspetivas e não devem deixar nada por esclarecer”, sublinha.

Comentários

comentários