PORTUGAL DE LUTO PELA MORTE DO PILOTO PAULO GONÇALVES NO DAKAR

A Câmara de Esposende manifestou hoje através da sua página no Facebook o “profundo pesar” pela morte do piloto Paulo Gonçalves, natural do concelho. Na publicação, autarquia classifica como o “Embaixador” de Esposende no mundo. Paulo Gonçalves, de 40 anos, morreu hoje na sequência de uma queda na sétima etapa do Rali Dakar.

“Nesta hora difícil, o Município de Esposende vem manifestar profundo pesar pela morte do piloto Paulo Gonçalves. ‘Embaixador’ de Esposende no Mundo, deixa a sua marca de homem exemplar e dedicado, ao desporto e à sociedade”, pode ler-se numa publicação da autarquia no Facebook.

Natural de Esposende, o ‘motard’ Paulo Gonçalves caiu hoje ao quilómetro 276 da especial.

De acordo com a informação da Amaury Sport Organization (ASO), o alerta foi dado às 10:08 horas locais, menos três em Lisboa.

Foi enviado de imediato um helicóptero que chegou junto do piloto às 10:16, tendo encontrado Paulo Gonçalves inconsciente e em paragem cardiorrespiratória.

“Depois de várias tentativas de reanimação no local, o piloto foi helitransportado para o hospital de Layla, onde foi confirmada a morte”, lê-se na publicação da organização.

Paulo Gonçalves participava no Dakar pela 13.ª vez desde 2006, ano de estreia na prova.

São inúmeras as reações à morte do piloto, desde o presidente da República ao Governo. No Minho, são também muitas as manifestações de pesar, entre elas, a do canoista de Ponte de Lima, Fernando Pimenta.

“Portugal e o desporto Nacional estão de Luto. Perdemos um dos nossos, um dos melhores. Não posso deixar de agradecer e de lembrar o seu grande exemplo. Descansa em paz Paulo Gonçalves, Campeão na Mota e fora dela” ,
escreveu Fernando Pimenta na sua página de Facebook.

Foto de Capa: Motor 24\Radio Alto Minho

Comentários

comentários

You may also like...