GNR Desmantela estufa de canábis em Barcelos

O Comando Territorial de Braga, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Barcelos, ontem, dia 12 de outubro, deteve um homem de 46 anos por cultivo de canábis, em Fragoso, Barcelos.

 

No decorrer de uma investigação, os militares da Guarda apuraram que o suspeito tinha uma estufa de canábis no sótão da moradia, tendo sido realizada uma busca domiciliária que permitiu localizar plantas isoladas termicamente e com um buraco de extração do cheiro para o exterior. Apurou-se ainda que foi montado um sistema elétrico com um regulador térmico e temporal para proceder ao aquecimento e à iluminação de alto rendimento, fornecendo a quantidade de luz necessária para o crescimento e floração das plantas. Possuía ainda uma estufa de germinação das sementes que, depois de desabrochadas, eram transferidas para vasos plásticos.

 
 
Estufa

Destaca-se a apreensão do seguinte material:

·         25 plantas de canábis;

 
 

·         80 gramas de canábis (folhas ou sumidades secas);

·         Quatro lâmpadas de alto rendimento e respetivos balastros;

·         Uma estufa de germinação das sementes;

·         Dez frascos de fertilizante.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.

Ontem também em Fragoso, concelho de Barcelos, a GNR deteve um homem de 64 anos por tráfico de estupefacientes.

No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorria há um ano, foi efetuada uma busca domiciliária que permitiu apreender o seguinte material:

·         244 doses de canábis;

·         Uma balança digital;

·         24 sacos herméticos.

O detido, com antecedentes criminais por tráfico de estupefacientes, homicídio na forma tentada e ofensas à integridade física, foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão

Comentários

comentários