Cinco detidos pela prática de jogo de fortuna e azar

O Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial de Fafe, deteve em flagrante cinco homens, no dia 8 de agosto, com idades compreendidas entre os 36 e 77 anos, pela prática de jogo de fortuna e azar, em Fafe.

Na sequência de uma investigação que decorria há seis meses, pela prática de jogo ilegal, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de busca para um anexo do café, local onde se desenvolvia esta modalidade de jogo, o que culminou na apreensão de 1 495 euros em numerário e dois baralhos de cartas.

GNR

Os suspeitos foram surpreendidos em flagrante enquanto se encontravam a jogar cartas com apostas monetárias, o que culminou na detenção dos mesmos, bem como a do proprietário do estabelecimento.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Fafe.

A GNR relembra que a dependência no jogo é reconhecida como uma patologia, sendo necessário estar alerta aos sinais que revelem a adição do jogador, pois é comum que aqueles que sofrem desta perturbação ponham em risco o seu trabalho, contraiam grandes dívidas, acabando por inviabilizar a sua interação com a sociedade e adotem um comportamento autodestrutivo.

É por este motivo, fundamental, uma fiscalização continua e presente neste âmbito, de forma a sinalizar as pessoas com esta dependência, e punir quem utiliza e explora, de forma descontrolada e dissimulada, equipamentos de jogo ou promove jogos de fortuna ou azar. 

Comentários

comentários