Avião que caiu no Irão foi abatido acidentalmente por um míssil iraniano

O avião ucraniano que caiu no Irão na passada quarta-feira terá sido acidentalmente abatido por um míssil iraniano, de acordo com oficiais de segurança do Pentágono em declarações á revista Newsweek.

Na investigação lançada ao desastre, os satélites norte-americanos detetaram o lançamento de dois mísseis antes do avião descolar.

O avião ucraniano que caiu no Irão na quarta-feira terá sido acidentalmente abatido por um míssil antiaéreo iraniano, de acordo com fontes oficiais do Pentágono e dos serviços de inteligência dos Estados Unidos da América e do Iraque.Na investigação lançada ao desastre, os satélites norte-americanos detetaram o lançamento de dois mísseis antes do avião descolar.

Na passada quarta-feira um avião ucraniano com mais de 170 pessoas a bordo caiu perto da capital do Irão, causando a morte a todos os passageiros e tripulantes. Há vítimas de várias nacionalidades, mas a maioria é iraniana e canadiana. As causas do acidente ainda estão a ser investigadas, embora inicialmente se tenha atribuído a queda uma falha no motor.

O Boeing 737 da Ukraine International Airlines despenhou-se pouco depois de descolar do aeroporto internacional Imam Khomeini, em Teerão, às 2h40. Segundo agências internacionais, o avião caiu num terreno agrícola a sudoeste da capital. De acordo com o serviço FlightRadar24, o avião subiu até aos 7925 pés (2,4 km) de altitude, voando a 509 km/h (275 nós) antes de se despenhar.​

As duas caixas negras foram entretanto recuperadas, avança a televisão estatal iraniana citada pela Reuters — ambas ficaram danificadas, mas acredita-se que os dados ainda podem ser recuperados. No entanto, a tensão entre o Irão e os Estados Unidos pode dificultar a investigação, uma vez que vai criar obstáculos à colaboração entre Teerão, NTSB [responsável pela investigação de acidentes aéreos] norte-americana e a própria construtora, a Boeing.

In: SIC/NewsWeek/Publico/DR

Comentários

comentários