Vamos ajudar o Joaquim Pereira

No próximo dia 4 de Outubro vai decorrer uma campanha de colheita de sangue e registo de dadores de medula óssea no salão nobre dos Paços do Concelho de Vieira do Minho entre as 14.00h e as 17.30h.

Esta campanha serve para ajudar o  Joaquim Pereira de Soutelo que precisa urgentemente de um dador , e ao mesmo tempo para ajudar todos os que como ele buscam um dador de medula óssea compatível.

Feche os olhos e visualize o rosto dos seus filhos. Um por um. Pense neles.

Agora imagine que um dos seus filhos precisa de um transplante de medula óssea, e nenhum familiar é compatível com ele. A única coisa que você pode fazer é tentar convencer as pessoas que conhece a fazerem uma recolha de sangue, para verificar se são compatíveis e encontrar, deste modo, um potencial dador para salvar a vida do seu filho. Nenhuma das pessoas que você conhece é compatível com o seu filho.

Então, utiliza todos os meios de comunicação ao seu alcançe para convencer o maior número de estranhos a doar uma amostra de sangue para saber se são ou não compatíveis com o seu filho. O tempo está contra si. E não consegue perceber como é que, sabendo que o seu filho pode estar em risco de vida, as pessoas ignoram as suas mensagem e apelos, e continuam todos os dias no mesmo ciclo, a ir trabalhar como se nada se passasse, e você, sem poder fazer nada.

Mas, na verdade pode. Pode inverter o ciclo. Se tem a sorte de não ser a pessoa desesperada à procura de ajuda, seja o potencial salvador da vida de outra pessoa. Tente ajudar. Você não tem nada a perder.

O que é que ainda o impede de ser dador de medula óssea?

Requisitos:

Idade compreendida entre os 18 e os 45 anos
Peso igual ou superior a 50 kg, e altura igual ou superior a 1,50m
Não terem recebido transfusões de sangue desde 1980
Não serem portadores de doenças crónicas ou auto-imunes
Fazer-se acompanhar da respectiva identificação (BI ou CC)
A brigada é constituída por dois momentos realizados em simultâneo: a inscrição – que requer o preenchimento de um formulário, e a colheita de um tubo de sangue, não sendo necessário estar em jejum. Se for identificado como possível dador será contactado e serão feitos outros exames laboratoriais de compatibilidade. Existem dois processos de colheita:

Colheita de células progenitoras do sangue periférico: o sangue vindo da veia do dador circula através de um aparelho chamado separador celular que recolhe, apenas, as células necessárias para o transplante, devolvendo as restantes ao dador;
Colheita de medula óssea: as células progenitoras do interior dos ossos pélvicos são colhidas directamente, pelo que se requer uma breve anestesia e 24 horas de hospitalização.
O dador poderá optar pela forma de colheita e a cada etapa deste processo ser-lhe-á dada informação sobre o que se irá passar. Para muitos doentes o transplante de medula óssea é a única esperança de vida. Ser Solidário é um ato de altruísmo.

Onde e como se pode tornar dador

CONTAMOS CONSIGO PARA PARTICIPAR COMO POTENCIAL DADOR DE MEDULA ÓSSEA NÃO PODEREI SER DADOR SE: –

Idade inferior a 18 anos ou superior a 45 anos – Altura inferior a 1,50m – Peso inferior a 50kg – Obesidade (Índice de Massa Corporal > 40), mesmo nos casos de colocação de Banda ou Bypass Gástrico – Patologia Cardíaca – Hepatite B ou C, alguma vez na vida – Doença Oncológica – Transfusão de sangue depois de 1980 – Doença Auto-imune – Patologia da Tiróide – Diabetes – Anemia Crónica – Hérnia Discal – Artrite Reumatóide – Fibromialgia – Glaucoma – Epilépsia – Não compreender a língua portuguesa tanto na sua forma oral como escrita – Não tiver residência estabelecida em Portugal

Sabia que há doenças como as leucemias e outros tipos de linfomas, entre outras, que podem ser curadas através de um transplante de medula óssea? Sabia que estes doentes só têm 25% de hipóteses de terem um irmão compatível, e que a hipótese de encontrarem um dador compatível não aparentado é de 1/10000?

Comentários

comentários

You may also like...