Sete armas e 350 munições apreendidas em caso de violência doméstica na Póvoa

Um caso de violência doméstica na Póvoa de Lanhoso levou à apreensão de sete armas e 350 munições. Segundo nota de imprensa hoje divulgada pelo comando distrital da GNR de Braga, através do Posto Territorial da Póvoa de Lanhoso, a situação ocorreu após denuncia.

«Em que uma mulher de 47 anos, era perseguida pelo seu ex-marido e que temia pela sua própria vida, uma vez que o agressor possuía várias armas de fogo», disse fonte da GNR.

Os militares levaram a cabo uma investigação que culminou «no cumprimento de um mandado de busca à residência do suspeito».

«Apreendemos duas caçadeiras, duas espingardas de ar comprimido, dois revolveres, uma carabina, 171 cartuchos, calibre 12 e 179 munições de diferentes calibres», confirmou a GNR.

O suspeito foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência. Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial da Póvoa de Lanhoso.

In Diario do Minho/Nuno Cerqueira

Comentários

comentários

You may also like...