Muitas crianças não conseguem pegar numa caneta por causa da tecnologia

Muitas crianças britânicas têm cada vez mais dificuldades em realizar um gesto tão simples como pegar num lápis ou numa caneta. Segundo os médicos, isto deve-se a um uso excessivo de aparelhos tecnológicos.
O alerta é lançado por médicos pediatras e aponta a utilização excessiva de telemóveis e tablets como a principal causa para que muitas delas não desenvolvam os músculos da mão de forma necessária à realização de gestos tão simples como pegar numa caneta.

Em declarações ao jornal britânico The Guardian, Sally Payne, terapeuta pediátrica na fundação Heart of England, explica que “as crianças de hoje não têm a mesma força e destreza na mão que tinham há 10 anos”, o que dificulta o uso de canetas e lápis, fundamental em qualquer dia de escola.

A médica britânica refere que “é mais fácil dar a uma criança um iPad do que enconrajá-la a atividades que apoiem o desenvolvimento dos músculos”.

Mellissa Prunty, pediatra de terapia ocupacional que se foca nos problemas da escrita, considera que as crianças estão a aprender a escrever cada vez mais tarde e aponta também o uso excessivo de aparelhos tecnológicos para justificar tal facto.

“Um dos problemas é que a escrita desenvolve-se de uma forma muito própria em cada criança. (…) Sem uma investigação cuidada, existe o risco de tirarmos conclusões precipitadas sobre os motivos que levam a que uma criança não saiba escrever dentro daquela que é a idade expectável, sem que haja uma intervenção quando a principal causa é a tecnologia”, explica a pediatra

Comentários

comentários

You may also like...