Ministra da Educação da Finlândia. “Professores são segredo do modelo de educação”

Em permanência nos lugares cimeiros dos testes PISA, a Finlândia é apresentada como um modelo a seguir em matéria de ensino. Em entrevista à RTP, a ministra finlandesa da Educação aponta os professores como chave do sucesso finlandês e defende a aposta na formação de docentes. Sanni Grahn-Laasonen louva a autonomia escolar e insiste que a motivação dos alunos está relacionada com o sucesso escolar. Assume por isso o objetivo de tornar a escola “mais divertida” e sublinha que aprender passa também por deixar as crianças brincar e fazerem parte de um grupo.

O sucesso da educação finlandesa está associado a um sistema de ensino inteiramente gratuito, onde a escolaridade obrigatória só começa aos sete anos e as crianças passam menos tempo na escola do que em Portugal. Os trabalhos de casa são quase inexistentes e não há exames nacionais. Os professores têm autonomia para definir os recursos utilizados e não são avaliados. Todos têm mestrado, formação específica e são muitos os que não conseguem entrar nos cursos que abrem as portas à docência.

A qualidade do ensino finlandês é sublinhada nos testes de avaliação internacional PISA: desde o seu surgimento, em 2000, que a Finlândia se mantém nos lugares cimeiros. Apesar da reputação internacional do modelo finlandês, Helsínquia avançou com uma reforma educativa. O objetivo é adaptar o ensino ao século XXI, tirando proveito das novas tecnologias e privilegiando as competências em detrimento das matérias.

Desde 2015, Sanni Grahn-Laasonen é o rosto da política de educação da Finlândia. Antes de liderar este ministério, Saani Grahn-Laasonen foi ministra do Ambiente e jornalista ao serviço do tabloide finlandês Iltalehti. É também vice-presidente do Partido da Coligação Nacional, movimento liberal-conservador filiado no Partido Popular Europeu que integra o atual Executivo finlandês.“Escola Cá e Lá”. Veja a reportagem do Linha da Frente que compara o ensino em Portugal e na Finlândia

Em entrevista à RTP, Sanni Grahn-Laasonen considera que os professores são o principal segredo do modelo finlandês e sublinha o respeito e a confiança que a sociedade deposita numa classe docente muito bem preparada.

Sanni Grahn-Laasonen considera que a formação de professores é fundamental para o sucesso de qualquer modelo educativo.

A governante mostra-se satisfeita com os resultados de Helsínquia nos testes PISA mas garante que este não é o seu grande objetivo. “Queremos olhar para o mundo e para o futuro e perceber como podemos preparar as nossas crianças e jovens para o mercado do trabalho de amanhã”, insiste.

Na missão de formar os adultos de amanhã, Helsínquia quer também apostar no pré-escolar, promovendo a aprendizagem mas respeitando a infância de cada criança. “A aprendizagem passa também por brincar, divertirem-se e fazerem parte de um grupo”, explica. Confiante que alunos motivados ficam mais perto do sucesso escolar, Sanni Grahn-Laasonen quer trabalhar por uma “escola mais divertida”.

Link para a noticia completa:

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/ministra-da-educacao-da-finlandia-professores-sao-segredo-do-modelo-de-educacao_es1065459#

IN: RTP / Christopher Marques (jornalista), Nuno Patrício (imagem)

Comentários

comentários

You may also like...