Ex-economista do Banco Mundial e do FMI dá palestra na UMinho

A Biblioteca da Universidade do Minho, no campus de Azurém, em Guimarães, acolhe esta sexta-feira, dia 1 de fevereiro, às 17h30, a palestra “Eliminação dos Extremos de Riqueza e Pobreza”, proferida por Augusto Lopez-Claros, ex-economista do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI). A sessão é emitida por videoconferência no espaço b-lounge da Biblioteca Geral de Gualtar, em Braga, de onde vai ser também possível intervir e colocar questões ao orador.

Augusto Lopez-Claros é licenciado em Estatística e Matemática pela Universidade de Cambridge (Reino Unido) e doutorado em Economia pela Universidade Duke (EUA). Foi diretor da Unidade de Indicadores Globais do Banco Mundial e do Programa Global de Competitividade do Fórum Económico Mundial, representante residente do FMI junto da Federação Russa, além de ter trabalhado durante vários anos no setor financeiro em Londres, com foco especial nos mercados emergentes. Já lecionou e proferiu palestras em algumas das principais instituições internacionais, como a Organização Mundial do Comércio, o Parlamento Europeu, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a Universidade de Stanford, o MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts e a Universidade de Harvard.

Foi ainda editor do Sistema Monetário Internacional, do FMI e do Grupo dos 20, tendo publicado inúmeras obras, incluindo “Desafios fiscais após a crise financeira global: uma pesquisa de questões-chave” (2014), “A Dimensão Moral da Luta contra a Corrupção” (2017) e “Igualdade para as Mulheres = Prosperidade para Todos: A Desastrosa Crise Global da Desigualdade de Género” (2018), que redigiu em coautoria com a iraniana Bahiyyih Nakhjavani. Lopez-Claros é membro sénior da Edmund Walsh School of Foreign Service, da Universidade de Georgetown, considerada a mais antiga escola de relações internacionais nos EUA.

Esta palestra pretende sinalizar o 70° Aniversário sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Conta com o apoio da Escola de Arquitetura e da Rede Casas do Conhecimento da UMinho.

Comentários

comentários

You may also like...