Documentário da Netflix sobre Maddie defende que criança está viva após sequestro

Esta sexta-feira, será lançada na Netflix a série documental sobre o caso de Madeleine McCann, a menina inglesa que em 2007 desapareceu na Praia da Luz, no Algarve. No entanto, não existe uma confirmação oficial de que a produção terá estreia simultânea em Portugal.

O primeiro trailer da série deverá ser revelado esta quinta-feira, mas antes o ‘The Sun’ revelou alguns pormenores do documentário e refere que este defende a tese de que Madeleine McCann está viva e que foi raptada por traficantes de crianças.

A produção baseia-se em entrevistas e testemunhos de dezenas de pessoas, entre investigadores privados e polícias envolvidos no caso. No entanto, os pais da criança não aceitaram participar na realização do documentário.

Citado pelo jornal britânico, Julian Peribanzez, um dos investigadores contratados pelo casal McCann, explica que Madeleine terá sido mantida viva porque uma criança britânica de classe média tinha muito valor financeiro.

“Eles geralmente escolhem crianças de classe baixa de países do terceiro mundo – são o principal fornecedor destes gangues. O valor que Madeleine tinha era muito alto porque se eles a levassem ganhariam muito dinheiro”, disse.

Madeleine McCann desapareceu há 12 anos.

Comentários

comentários

You may also like...