DECO: Se tem secadores das marcas Becken ou Selecline devolva-os

Se tem um secador de cabelo Becken BPHD 2663 ou Selecline 871466/RW807B, o melhor é devolvê-lo e pedir o reembolso, aconselha a DECO.

De acordo com a Associação Portuguesa para Defesa do Consumidor, os aparelhos em questão chumbaram no teste realizado pela DECO por se revelarem “perigosos”.

Os secadores devem ser assim devolvidos às lojas onde foram comprados. Quem tem o Selecline 871466/RW807B deve devolvê-lo nos supermercados Jumbo. O Grupo Auchan, responsável pela comercialização da marca, assegura a devolução da totalidade do valor pago pelo aparelho.
No site, a DECO revela que este secador de cabelo incendiou-se durante um teste realizado em laboratório.


“O Selecline 871466/RW807B incendiou-se porque a temperatura no interior subiu quando reduzimos a velocidade do motor e o fluxo de ar emitido pela ventoinha, simulando uma eventual avaria ou desgaste do motor. A venda do modelo foi suspensa nas lojas físicas e online, enquanto o Grupo Auchan aguardou os resultados de novos testes da marca. O modelo acabou por ser retirado do mercado”, explica a associação.


Já em outubro de 2018, também o secador de cabelo Becken BPHD 2663 foi retirado das lojas físicas e online em Portugal e Espanha, e recolhido pela Worten, depois de chumbar no teste da DECO por falta de segurança.
“Em laboratório, o aparelho começou a incendiar-se perante um bloqueio do motor. Pela primeira vez, a Worten decidiu recolher um produto que apresentou falhas graves nos testes efetuados pela DECO PROTESTE”, lê-se no site da associação onde está também a informação de como deve pedir a devolução.


A DECO revela ainda que estes não são os únicos secadores de cabelo a chumbar no teste à segurança elétrica. Foram detetados problemas também nos Rowenta CV5384 e nos Taurus Alize Evolution 2200. Contudo, estas empresas ainda não decidiram retirar do mercado os aparelhos em questão.
A DECO aconselha que, antes de comprar um aparelho novo, veja a lista dos modelos que passaram no teste de segurança elétrica da associação.

Fonte: Notícias ao Minuto

Comentários

comentários

You may also like...