Câmara Municipal de Braga justifica a decisão de remoção da escultura de um dragão

A Câmara Municipal de Braga confirmou à RUM que ordenou a retirada de duas esculturas do artista Aureliano Aguiar, instaladas há vários anos no centro da cidade de Braga. A mais emblemática é a de um dragão junto ao Jardim de Santa Bárbara. A outra escultura é uma árvore metálica, também instalada no Largo de S. Francisco.

Em declarações à RUM, o vereador com o pelouro da gestão e conservação do espaço público, João Rodrigues, explicou que em causa está o preço solicitado pelo artista para a compra das duas obras, cerca de 50 mil euros. “O município entendeu que não deveria dar 50 mil euros por aquelas duas obras”, disse João Rodrigues.

O vereador da Câmara Municipal de Braga referiu ainda que para aquele lugar não está previsto nada de novo para os próximos tempos, apesar do pelouro estar a estudar alternativas para vários espaços da cidade. “Vai-se manter o chafariz que sempre funcionou. Para já o que acontece é a retirada daquela estátua daquele sítio”, frisou o social democrata.

 

Comentários

comentários

You may also like...