Ação de Fogo Controlado em Vieira do Minho

 

No âmbito do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios, o Município de Vieira do Minho promoveu dia 10 de março, uma ação de esclarecimento sobre fogo controlado.

Esta ação teve a Serra da Cabreira como palco principal e como parceiros a Autoridade Nacional de Proteção Civil e o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.
Segundo o presidente da autarquia, António Cardoso, “esta ação vem complementar os trabalhos desenvolvidos desde início de 2016, um projeto piloto de organização, coordenação e gestão de ações de Defesa da Floresta Contra Incêndios de âmbito geográfico municipal.” O autarca salientou, ainda, que o “trabalho desenvolvido pelo Município tem tido a colaboração preciosa das Juntas de Freguesia e dos Conselhos Diretivos de Baldios e no âmbito da implementação das medidas de apoio, foram submetidas um total de 42 candidaturas a projetos de investimento (fogo controlado, limpeza de povoamentos, arborizações e manutenção de rede viária) num valor superior a 3 milhões de euros, abrangendo uma área superior a 2.000 hectares de espaços florestais”.
Em 2016 estabeleceram-se algumas alterações na política florestal do concelho de Vieira do Minho, tendo para isso existido um forte empenho do Município na criação de uma dinâmica extraordinária que envolve as juntas de freguesia, os conselhos diretivos de baldios, os caçadores e os pastores, com o objetivo de proteger, valorizar e potenciar os recursos naturais do território.

No ano de 2016 foram ministrados em Vieira do Minho dois cursos: um de fogo controlado e outro de análise de incêndios e fogo de supressão. Em 2017 já está a ser ministrado um novo curso de fogo controlado.
Estas formações permitem que esteja a ser desenvolvido um enorme trabalho ao nível da prevenção estrutural, tendo sido executados 346 hectares de gestão de combustíveis recorrendo ao fogo controlado. Por opção estratégica definiu-se que estas ações sejam executadas predominantemente em áreas de baldios do perímetro florestal da Serra da Cabreira, áreas essas sob gestão do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.
Com esta dinâmica de envolver todas as unidades locais de proteção civil, apostando na formação e no conhecimento dos técnicos e operacionais, pode mesmo afirmar-se que os resultados em 2016 no perímetro florestal da Serra da Cabreira foram extremamente positivos e que o Município de Vieira do Minho é já uma referência nacional para o fogo controlado.

Comentários

comentários